Estou lendo sobre este movimento #NoProjects e ele é bastante interesante. Parece um bom nome para a tendência de considerar software como um produto